FINAL DE SEMANA EM SILVERSTONE DIGNO DE UM OSCAR PARA LANDO NORRIS

Lando Norris fez uma espetacular largada, assume a ponta e consegue deixar Max pra trás

7/9/2023

Final de semana em Silverstone foi digna de um Oscar. Mas não foi pelo fato de Max Verstappen vencer, mas sim, porque Silverstone foi palco da primeira gravação do filme estrelado por Brad Pitt, ao lado do ator de “Snowfall” Damson Idris como seu companheiro de equipe. O longa metragem conta a história de um ex-piloto que retoma ao esporte. A equipe fictícia APXGP conta com carros da F2, tem seu próprio box e um pit stop só deles composta por mecânicos reais.

Mas dentre todos os acontecimentos quem foi digno de um Oscar mesmo, foi o Lando Norris, que teve uma largada espetacular, segurou sua posição quando Lewis Hamilton botou pressão e ainda levou como piloto do dia. Realmente "Landinho" está se divertindo e levando a McLaren ao delírio, assim como os torcedores.

Lando Norris fez uma espetacular largada e assumiu a ponta deixando Max pra trás, segurando assim o seu posto de segundo colocado por 5 voltas quando é ultrapassado por Verstappen. A McLaren com o seu novo conceito de carro claramente deu um upgrade pra que pudesse competir próximo das principais equipes. Lando que queria uma corrida chata e calma pra ele largar em segundo e ganhar em segundo, superou todas as expectativas.

Hamilton que largou mal fez uma brilhante ultrapassagem em cima de Alonso, que ficou vulnerável e não conseguiu defender sua 7 colocação. É nítido que a Aston Martin vem sofrendo nesse segundo semestre com o desempenho do carro. Peres e Nico se tocam sutilmente, mas nada grave. Verstappen reclama que o carro está puxando um pouco, mas isso em função do vento e Ocon abandona a corrida por um problema de vazamento hidráulico.

Com um carro muito bom de reta, a Ferrari de Charles Leclerc seguem bem, não permitindo a ultrapassagem de George Russel que mesmo de asa aberta e se aproximando bem, não consegue. Na volta 17, Leclerc é o primeiro a parar e coloca pneus duros pra tentar ir até o final e volta em 12 a frente do Logan que vem fazendo uma corrida sólida. Mas na volta 33, aproveitando o safity car, troca os pneus novamente.

Quando se está em todo controle da situação é outro patamar. Max questiona até o chefe de equipe sobre a parada do Leclerc que ele viu pelo telão. Realmente o bi campeão mundial está querendo ficar a par de tudo e a cada volta ele ganha mais distância de Lando. Hamilton que está a 1.3 se aproxima de Sainz e tenta ficar em posição de abrir asa. A Dança das chuvas continua em SilverStone, porque uma hora ameaça chover, o tempo fica nublado e logo abre um sol lindo.

Com a troca de pneus as McLarens reagem e Russel com pneus novos, faz a melhor volta e faz a ultrapassagem sensacional por fora em Leclerc, que não quer deixar barato e tenta retomar a posição, mas não consegue. Para apimentar ainda mais a competição o carro do Magnussen pega fogo e vem um safety car virtual, seguindo de um safety car. Hamilton e Verstappen aproveitam pra trocar pra pneus macios, e Hamilton é o terceiro colocado. Detalhe: Os pneus que o Hamilton colocou eram usados. Essa é a 11 corrida consecutiva com safety car.

Na relargada Hamilton tenta ultrapassar Norris mas o inglês joga duro e não deixa. É uma briga domestica de britânicos. Mas que foi muito bem defendida pelo Lando que promete ser a nova geração da F1.

Sainz perde três posições e é ultrapassado por Perez, Albon, Leclerc. Se o espanhol já vinha sofrendo pressão da equipe, depois dessa a situação dele se complica ainda mais. Lance após um toque em Gasly leva uma punição de 5 segundos depois de colocar o francês pra fora da pista, que fura um pneu e tem a sua corrida interrompida. A Williams também estava com uma cara um pouco diferente, comemorando seus 800 GPs na F1 andou muito bem em Silverstone. Alex Albon foi o oitavo, à frente das Ferrari, e Logan Sargeant quase pontuou.

Essa é a 40 vitória de Max, ele vence pela segunda vez em Silverstone e está com 255 pontos. A corrida de Lando Norris sem dúvida foi brilhante e Lewis leva o terceiro lugar, deixando os ingleses absurdamente felizes, afinal, tivemos em casa um dobradinha de ingleses. Lando Norris disse foi uma corrida de muito aprendizado e elogiou bastante a equipe e Lewis disse: “Bem, em primeiro lugar, não fui eu, foi a torcida. Mais uma vez, Silverstone deu um show incrível, temos o maior público aqui, então um grande, muito obrigado a todos pelo apoio. Senti a energia, senti o apoio, e é por isso que voltamos lá.

“Além disso, só quero parabenizar Lando e a McLaren, onde… é minha família, é onde comecei, então vê-los de volta lá, parecendo tão fortes… quero dizer, aquela coisa foi rápida durante o curvas de alta velocidade, uau! Não consegui acompanhar, mas tivemos uma boa batalha no reinício. “Mas estou muito feliz… Largar em sétimo e chegar em terceiro é um mega, mega trabalho, então um grande obrigado à minha equipe – ótimos pit stops, ótimo trabalho durante todo o fim de semana. Eu amo essa multidão!”

Tendo chegado em quinto sendo impossível superar Piastri Russell compartilhou seus sentimentos: “Os McLarens foram super impressionantes, eles fizeram uma grande corrida”, disse ele.

Foto: Site F1

Foto: Site F1