LEWIS HAMILTON FAZ VOLTA ESPETACULAR E CONQUISTA SUA POLE DE NÚMERO 104 DA CARREIRA

Depois de 1 ano e 7 meses finalmente os mercedistas puderam soltar o nó que estava preso na garganta com Lewis Hamilton fazendo uma última voltar espetacular nos minutos finais da classificação e conquistando sua 104 a Pole na Hungria.

7/24/2023

Com um desempenho brilhante na qualificação no Grande Prêmio da Hungria, levando a melhor sobre Max Verstappen, da Red Bull, e Lando Norris, da McLaren, no final de uma hora de qualificação ultra apertada. Lewis que expressou tamanha alegria em vencer e foi nítido acompanhar a sua emoção seguida de vários gritos de felicidade, onde comemorou subindo no pneu esquerdo de seu carro como se fosse sua primeira Pole e a vitória na corrida principal, levando a torcida ao delírio.

Questionado se estava sem fôlego ou apenas empolgado com o resultado depois de sair do carro, Hamilton disse: “Acho que os dois. Foi um ano e meio louco, então perdi minha voz de tanto gritar no carro – é incrível essa sensação. Sinto-me muito grato por estar aqui, porque a equipe trabalhou muito. Temos nos esforçado tanto ao longo deste tempo, então, para finalmente conseguir uma pole, parece a primeira vez. Eu não esperava vir hoje que estaríamos lutando pela pole, então quando fui para a última corrida, dei absolutamente tudo – não havia mais nada nela."

Refletindo sobre a jornada dele e da Mercedes de volta ao topo, Hamilton acrescentou: “[Tem sido] um grande desafio para todos na equipe. Houve altos e baixos, uma grande montanha-russa. Mas nenhum de nós perdeu a fé. Acabamos de nos unir. Estamos nos concentrando em tentar dirigir o carro na direção certa. Hoje estávamos perdendo tempo nas curvas 4 e 11, em comparação com os outros, então apenas mandei e torci para continuar na pista. Mas tem sido difícil e continuará sendo difícil seguir em frente, mas acho que isso mostra que estamos no caminho certo e que podemos fazer isso se continuarmos pressionando.”

"Tenho de ver se consigo dormir esta noite,” comentou, voltando a atenção para a corrida. “Acho que amanhã vamos estudar o máximo que pudermos. Vamos trazê-lo.

“Vai ser difícil lutar contra esses dois caras [Verstappen e Norris]. Lando tem feito um mega trabalho, é muito bom ver a McLaren lá lutando. E Max, ele está sempre lá em cima, sempre fazendo suas coisas.”

Já o seu companheiro de equipe George Russel caiu no Q1 e ficou em 18º: “Eu sabia o quão rápido o carro era e sabíamos que estaríamos lutando pela primeira linha, mas obviamente Lewis fez um trabalho incrível. “Estou muito desapontado por estar onde estávamos, porque o carro estava muito rápido e ficamos completamente ferrados na última volta com o posicionamento da pista. Não há muito a dizer, raramente cometemos esse tipo de erro e fomos muito maltratados hoje, então é decepcionante.” Complementou Russel. "Só tenho de ver se consigo dormir esta noite,” comentou, voltando a atenção para a corrida. “Acho que amanhã vamos estudar o máximo que pudermos. Vamos trazê-lo.

Foto: Site F1

Foto: Site F1